Vários artigos

Gente, encontrei a revista eletrônica Telos (da Fundação Telefónica – em espanhol). Em sua última edição (83) traz uma série de artigos sobre o mundo móvel, com a temática “Uma sociedade em mobilidade: novas fronteiras”.

“La movilidad, la ubicuidad en la comunicación encarnan hoy múltiples dispositivos que han conquistado un lugar cada vez más decisivo en los usos sociales. Las aportaciones analíticas de los 14 especialistas que escriben en este dossier van mucho más allá de la consideración de la telefonía móvil e incluyen otros aspectos de la sociedad en movilidad que se basa en lo que algunos autores han llamado ya cuarta pantalla y que está provocando cambios radicales en distintos ámbitos de la vida humana.” 


Os artigos

Antonio Miguel Fumero Reverón
Introducción. La Red en el móvil

Juan Miguel Aguado Terrón, Inmaculada J. Martínez Martínez
Construyendo la cuarta pantalla. Percepciones de los actores productivos del sector de las comunicaciones móviles

Francisco Vacas Aguilar

Anúncios

TV no iPhone

Hoje li que os dispositivos da Apple – iPhone, iPod Touch e iPad – ganharam um receptor de TV digital. A novidade foi anunciada nesta terça (8), pela empresa brasileira EUTV, que apresentou o Tivizen.
Com preço inicial de R$ 499, o aparato é comercializado nos sites Magazine Luíza, Walmart e Ponto Frio. Para ter acesso, o usuário precisará instalar o aplicativo (app) gratuito disponível na store da Apple. Ainda, segundo anunciado, a próxima fase do lançamento irá englobar o BlackBerry e o Android.

Beleza! Mas, as desvantagens: é mais um equipamento para carregar na bolsa, que é mais ou menos do tamanho do iPhone, além do tempo de uso da bateria que, com certeza ficará reduzido. Por sinal, o desenvolvedor garante que a bateria do iPhone ficará viva por quatro horas.

Mas, ainda há outra questão: o receptor tem um raio de alcance de 50 metros. Além de ser mais um trambolho eletrônico para levar, creio que irá restringir a mobilidade. Teremos que parar para prestar atenção no que iremos assistir.

Mais torcedores acompanharão a Copa pelo celular

Por Ben Klayman

DETROIT (Reuters) – Os bilhões de torcedores de futebol ao redor do mundo irão se voltar cada vez mais para seus celulares para acompanhar o evento, de acordo com uma pesquisa Nielsen divulgada nesta quinta-feira.

Mais da metade dos 27 mil entrevistados em 55 países planejam acompanhar o popular torneio que começa no dia 11 de junho na África do Sul, relatou a Nielsen em pesquisa fornecida à Reuters.

Vinte e um por cento disseram que irão obter informações sobre o mundial em seus celulares, e nove por cento irão baixar um aplicativo para seguir os jogos.

“Este evento é o maior do mundo do esporte de longe,” disse Roger Entner, vice-presidente sênior da Nielsen para inovações de celulares, em uma entrevista por telefone. “Em 2010, o celular realmente começa a se tornar um veículo para os torcedores de futebol em todo o mundo se aproximarem dos jogos.”

Em 2006 o mundial da Fifa atraiu mais de 700 milhões de telespectadores, incluindo mais de 120 milhões nos EUA que assistiram pelo menos um minuto da Copa do Mundo, disse Nielsen.

Se por um lado esta é a primeira pesquisa do tipo feita pela Nielsen, Entner afirmou que o número de usuários que irão usar celulares para acompanhar a competição será muito maior do que em 2006.

Com aparelhos e redes mais poderosos e velozes, o aumento de usuários de celulares tende a continuar crescendo, e os celulares com vídeo e TV são o próximo passo, disse Entner.

Entre os entrevistados, 51 por cento disseram pretender acompanhar o torneio, incluindo 84 por cento no Brasil.

“É arrebatador. Isso mostra como é um fenômeno global,” disse Entner. “Vemos que algumas das maiores taxas de intenção de uso vêm do Oriente Médio, da África e da região do Pacífico.”

Os países onde se planeja usar muito o celular para seguir a Copa incluem Venezuela (27 por cento), EUA (23 por cento) e Brasil (21 por cento), informou Nielsen. Nos países do Oriente Médio e da África pesquisados, os índices ficam entre 22 e 30 por cento.

“As pessoas pretendem usar o celular para suprir sua fome de informação. Se você não pode assistir o jogo ao vivo, vai acompanhar no celular,” disse Entner.

Entre os entrevistados, 34 por cento apontaram o Brasil como seu favorito para vencer a Copa do Mundo, superando de longe Argentina, Inglaterra e Alemanha. Alemão, o próprio Entner escolheu o Brasil.

Sexto sentido

O “futuro” em teste:


Curso pelo celular

O mercado brasileiro tem surpreendido e ousado no que diz respeito aos conteúdos móveis. A empresa paranaense DigitalSK já oferta seus cursos online por meio de celulares. Esta novidade confirma que a mobilidade dos dispositivos móveis tem um grande nicho de mercado ainda a explorar.

Hoje, um curso que pode ser feito nas horas vagas usando o Moodle Mobile. Amanhã, todo e qualquer serviço será acessado também pelo celular. Uma tendência! Uma necessidade diante do escasso tempo que a rotina diária nos demanda.

CitIX

Fui apresentada a esta rede social, que enxergo ter um conceito muito além do proposto para uma rede social, no Media On 2009, pelo professor e magnífico orador, Silvio Meira.

O Citix (www.citix.net), como descrito no site do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife (c.e.s.a.r – www.cesar.org.br), é uma rede social que descreve o espaço público pela ótica dos habitantes.

Só acho que precisa abranger um maior número de cidades. Eu, por exemplo, senti falta de ter Salvador para vasculhar e apontar locais legais ou não.

Citix

HSM Management

A edição setembro/outubro traz um ótimo especial sobre mobile. Vale a pena adquirir.

Sob o título “Dossiê – A Era Mobile”, o especial fala sobre oportunidade de negócios, serviços e marketing dos aparelhos móveis.